segunda-feira, 23 de maio de 2011

Quando a lâmpada de Deus se apaga - Pr.Luciano Subirá



 A geração de Eli deixou a lâmpada de Deus se apagar no Tabernáculo. Deus havia ordenando aos filhos de Arão que dessem manutenção diária ao candelabro, sempre
repondo o óleo, para que a lâmpada não se apagasse nunca.
  Mas o sacerdócio se tornou relapso. O povo passou a distanciar-se de Deus e naqueles dias a lâmpada veio a apagar-se.

“...antes de ter-se apagado a lâmpada do Senhor” I Samuel 3:3

  O candelabro fala do Espírito Santo de Deus. Esta figura fica claramente comprovada em duas outras porções da Bíblia: no capítulo quatro de Zacarias, quando o profeta tem uma visão do candelabro e o Senhor aplica-a ao Espírito Santo, dizendo: “não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos (Zc.4:6). E também em I Tessalonicenses 5:19 quando o apóstolo Paulo fala que não devemos “apagar” o Espírito, o que é uma alusão ao candelabro no Tabernáculo de Moisés que nunca deveria se apagar.
  Ora, se o candelabro é figura do Espírito Santo e seu agir na igreja, e esta geração de Eli permitiu que ele se apagasse, então estamos diante de um fato: esta geração perdeu o mover de Deus. Como diz a Escritura: “Estas coisas aconteceram a eles como exemplos e foram escritas como advertência para nós, sobre quem tem chegado o fim dos tempos”. (I Co.10:11 - NVI).
 
  No capítulo seguinte, lemos que a arca de Deus foi tomada, e foi dito: Icabode - que significa: foi-se a glória de Israel. Esta foi uma geração que perdeu a presença do
Senhor. Eles se esfriaram a tal ponto, que os sacerdotes se envolviam em prostituição na porta do templo de Deus!

  Esta geração de Eli é um exemplo a não ser seguido, pois pecaram terrivelmente contra o Senhor e por isso Deus os julgou.


Retirado do livro: A Outra face dos Milagres - Pr. Luciano Subirá



Pesquisa: Pastor Charles Maciel Vieira

  O escritor de I Samuel declara que o Senhor chamou ao menino Samuel...

Nenhum comentário:

Postar um comentário